segunda-feira, 12 de novembro de 2007

A milenar arte de esperar...


Envolvido numa espera interminável, procuro fazer voar o tempo fazendo nada...

Congelado num instante analisando a demanda sendo executada, vislumbro os próximos momentos como derradeiros, por não mais suportar tamanha descentralização e dispersão das forças.

Sinto como se estivesse do avesso e no primeiro descuido me percebo de ponta cabeça, imaginando um nada que até certo ponto me remete à alguma coisa.

Descubro o alvo mais perco o foco, fazendo minha sensatez sentir-se abalada à ponto de mirar no escuro e atirar as cegas, mesmo incumbido de acertá-lo.

Douglas Rosa

Um comentário:

fabiola disse...

A espera é angustiante mesmo... A minha angustia é pela espera de algo que nem sei o que é... Isso existe??
Quando chegar o teu tão esperado dia, ele compensará toda essa angústia, podes ter certeza!! Então vamos seguindo, to torcendo por ti aqui, pensamento positivo sempre!
Beijos no coração, fique com Deus querido!! Espero que venhas pro feriado para dar umas risadas...