sábado, 26 de julho de 2008

MISTÉRIO


SOU PRETO NO BRANCO
SE CAIO LEVANTO
BEM RAPIDO
FEITO RELAMPAGO
ATINJO O INIMIGO
NA CABEÇA QUE É ONDE PENSA
AINDA TENTA
VAI CONTRA
MAS NÃO AGUENTA
LOGO DESISTE
FINGE QUE NÃO EXISTE
SE ESGUEIRA NOS CANTOS
AS NOITES SÃO SEU RECANTO
MULAMBO SEM AMO
CORRE FEITO LOUCO
PRONTO PRA ALVEJAR
A VIDA
PRONTO PRA ACABAR
SEM MISTÉRIO SEM NEXO
SIGO PERPLEXO
SEM ENTENDER
SEM AO MENOS SABER O SEXO
DESESPERO
MESMO SEM SABER SE QUERO
FRUTO
ADULTÉRIO
PERMEIO A LOUCURA COMO UM CEGO
PESADO
É O FARDO QUE CARREGO
VOU QUIETO MAIS NÃO NEGO
MESMO SEM SABER SE QUERO...

Douglas Rosa

3 comentários:

cacaricagô disse...

Douglas!
É a noamorada do Hugo!
Vou te adicionar no meu brógue.
Gostei muito do seu.
Bjo,
Pat.

Zek disse...

Genial rapaz !!!
Subversão de sentidos

Abração

Canto da Boca disse...

Mas que seja o preto no branco!

Não poderia ser o roxo no verde?

;)