quarta-feira, 30 de julho de 2008

SUPRA SUMO


ESTÚPIDO
NÃO SEI O QUE SOU
QUERIDO
INDIGESTO
SEM SABER PORQUE
INTEGRO
ME ENTREGO
SOU HONESTO
NÃO PRESTO
IMCOMPREENSÍVEL
MAS CONFESSO
DESINTEGRO
VIRO RESTO
SUMO DO MEU SER
ME INTEGRO
RECOMEÇO
FINGINDO INDEPENDENCIA
LOUCO DE CARÊNCIA
CONSULTO MEUS ABUSOS
PRONTO PRA ME DEFENDER...

Douglas Rosa

5 comentários:

Anônimo disse...

Imagem pertubadora.Pela cor da pele, pela camiseta, pelo sorriso... Muito me lembrou o poema "eu, etiqueta".

Dea

Zek disse...

Paradoxos da vida !!! mas a vida é assim mesmo cheia de paradoxos...

Canto da Boca disse...

Lamento informar, mas você está dentro da 'normalidade' (?), a vida é assim: incongruente e nós idem. Terrível ter essa consciência.

;)

instantes e momentos disse...

voltei ao seu blog, e valeu a pena voltar. Muito bom. Belo post.
Abçs
Maurizio

justuforme disse...

PQP As pessoas vestem marcas como se isso não tivesse significado algum. Tenho pena de ignorância como essa. By The Way : Muito bem comentado - "Sou estúpido por nem saber o que sou"