sábado, 23 de agosto de 2008

GALHO TORTO


É DIFICIL MUDAR
AINDA COMETO OS MESMOS ERROS QUE ME FIZERAM PADECER
FALHO NA TENTATIVA DE NÃO SER O QUE ME TRANSFORMO
CONTRADITÓRIO
GOSTO DE SER ASSIM SÓ NÃO GOSTO DE SAIR DE MIM
DESCULPAS TORNAM-SE BANAIS
A REPETIÇÃO DOS ERROS INSATISFAZ
DEIXA LACUNAS, DIFICIL DE ENTENDER
INACEITÁVEL TORNA-SE
APROXIMA DO PRAZO
O QUE VALIA JÁ NÃO VALE
PERDE O ENCANTO FICA RASO
SEM VALOR
PROFUNDO SENTIMENTO PROFANO
INSENSATEZ
QUE REVELA A DOR...

Douglas Rosa

2 comentários:

Lari Tagarela disse...

É, é difícil mudar...as vezes mudamos e nem percebemos.. as vezes cometos erros que parecem ser antigos,mas ao analizarmos bem, conhecemos novas facetas, tornam-se acertos!
É bom ser contráditório, questionar-se, viver com a "pulguinha" atrás do orelha sobre isso e aquilo!
é o que nos transforma, nos fortalece!

paloma disse...

¨A vida escorrendo,mas não por agora...¨
te amo!!!