quinta-feira, 27 de novembro de 2008

MINHA CASA


...eu quero dalhe
dalhe feito quem fenca na perplicia
não entende porque não compete
enferrujado ou não, sempre quadrado
corremos juntos, amigos, magoados
coisa de quem fenca
mostrando o meio
o meu, o teu, o nosso
correndo lado a lado
ninguém sabe ningém viu
pingueli, extintor, paulada
olha o sarrafo!!!
rolou na brava, acabou de mini saia
na terceira, quarta, atlantica ou avenida brasil
quadril travado
morcego, fazenda, promorar, tibério
daniel, pé de bode, ilha das cabras,
gato preto, x-salada, sorriso
coisa de cinema, dusky, pavão
1048, 1049
rolmopis, mumu e maria mole
folclores da nossa região
nada contra nem a favor
clandestinos, sortidos sem sorte
enebriado, puro torpor
te amo brasil
meus amigos, minha familia
meu amor
um dia caça
outro caçador
saudades de casa...

Douglas Rosa

4 comentários:

paloma disse...

Vc precisa matar essa saudade,urgenteeeeeeee!!!!!
Se manda carinha.O tempo não pára, não espera, não perdoa...!!!
Love!!!

Caio disse...

escuta essa menina guerreroooo.vem pa casa vemmm

Caio disse...

dou ate uma sarrafada heim alguem pra lembra os velhos tempos se tu quise.
to d meia nova babe meiaum d futebolllllll grandeeeee

Dea Carvalho disse...

Tocante.