domingo, 25 de janeiro de 2009

SUPERFÍCIE ÁRIDA


O raso é um marasmo profundo
Que profana o sentimento mais belo
Perdido, sem fundo
Facilmente dissolve os elos

Superficial, previsível
Os valores trocam de lugar
Passa despercebido, quase invisível
Incapaz de mergulhar

Ir fundo não é fácil, as vezes azedo
Sair da zona de conforto é pra poucos
Realizar proporciona medo
Para aqueles que são ocos
.
Ninguém tem culpa
Existem condições
É necessário acreditar na luta
É preciso contrariar as previsões

Douglas Campigotto

Um comentário:

Liene disse...

...nunca é fácil ir em direção ao fundo, ao que não enxergamos, e que é incerto. mas é onde crescemos de fato.

Parabéns pelo blog, foi indicado por uma amiga minha!