quarta-feira, 20 de maio de 2009

NADA MUDA TUDO


De quinta a domingo quanta coisa muda
As cores, as dores, o muro
Acordar tarde, falar dos ares, gesticular muito
As histórias sobre marte
Ficar dias mudo
Falar sem palavras
Muda tudo
O filho vira pai
Sem gozo
O casal se desfaz
Um irmão chora, o cachorro adormece
A mãe se vai
O mato d
esce, as árvores caem
As ondas vem e vão
Mudam-se os interpretes
Os artilheiros
Os instrumentos, os utensílios
Muda tudo

De feliz a carrancudo
As unhas crescem, cravam no mundo
Arranhões que custam a cicatrizar
Tempo há de abrir para fechar
Inverno, verão, outono
Primavera
Carnaval
Reveillon
Copa do mundo
Em menos de um segundo
Tudo muda
Muda tudo...

Douglas Campigotto

3 comentários:

Canto da Boca disse...

... Sim muda tudo, o tempo todo, e o melhor é que sabemos disso.

;)

[ rod ] disse...

Simbologias à parte... tudo muda... em questão de segundos. Muda até o que a gente nem planeja.

Abçs,






Novo dogMa:
sAnto...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Paloma Riani disse...

...como uma onda no mar...