quinta-feira, 10 de junho de 2010

LEMBRANÇAS



lembrar do tempo de criança
lembrar não cansa
dos exitos, erros e acertos
dos mesmos
reformular cada pensamento
pensar
resolver lá dentro
remoendo
removendo
lembrar em quanto é tempo
lembrar pra dizer que esqueceu
lembrar de ontem
de noite
do que aconteceu
lembrar pra sempre
o dente cai para outro crescer
que não se mente
plantar sementes
para os meus e para os seus.

Douglas Campigotto

6 comentários:

Karolline Garcês disse...

Eu gosto desse teu canto..

Leandro Lourenço disse...

O meu, senão me engano, era de 32 bits. Tempo bom.

Você também assoprava a fita quando ela não funcionava?

Fatinha Costa disse...

Também gosto de lembranças, mas de certas coisas não tenho saudades...

:-))

formaxima.com disse...

Duglas seu blog é not°10, espetacular desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom
Ass:Rodrigo Rocha

ká. disse...

as vezes me lembro
pelo simples
fato de esquecer
de me esquecer
de lembrar!

sandra disse...

Gostei...muito...