segunda-feira, 16 de maio de 2011

O AMOR, O AMAR


quando deixar de te amar
é porque deixei de te amar
e deixar de te amar
não quer dizer
que não te amo mais
quer dizer
que ainda te amo um tanto

Douglas Campigotto

2 comentários:

Kely Cristina S. Felício disse...

Me dá quase um saudosismo, desse amor que mesmo findo continua sagrado, porque o é, imponderavemente. As pessoas se anestesiaram do sagrado das coisas... Muitas vezes padecemos de fome de um amor que nós mesmos temos matado. Abraços. Kely

Mariana Coutinho disse...

Amar você não significar viver com você.




Obs: Adorei as músicas. Parece que deixei meu itunes ligado...