sexta-feira, 20 de abril de 2012

CASAMENTO DE NARCISO

...estar casado consigo mesmo, evita brigas, mas depende da fase, isso é coisa de vanguarda, casamento moderno, como em toda relação, tem seus altos e baixos, uma coisa de louco, outro dia brigamos, eu queria ir e ele ficar, eu queria comer e ele não queria engordar, nem doce, nem salgado, acabei amargo, chamei pra cama, tava dormindo em pé, só pra contrariar, ele que não queria ficar deitado, não é fácil sabe, principalmente com ele, que se faz de difícil, a convivência é reveladora, mesmo quando o outro se esconde da relação, estar casado é assim, nem pouco bom nem muito ruim, porém, o divórico de si mesmo, pode ser uma dor de cabeça, uma vez que essa com certeza vai discordar do coração, cabeça prum lado, coração pro outro, o corpo fica em pedaços, coisas desse tipo, coisas da vida, um dia juntos, no outro ferida...


Douglas Campigotto

Um comentário:

Priscilla Faria Benemann disse...

Bháa, bacana...
A indecisão é o grande mal que o corpo e alma não encontra a saída.