segunda-feira, 1 de setembro de 2008

BONS AMIGOS




foi aonde?
ja disse
me avise
quando for se distanciar
mesmo que no banheiro?!
claro que sim
to aqui
me avise onde for
chegando te olhei olhando
uma morena estranha
com ancas de anta
nem vi, mal percebi
claro que olhou
te digo, ele nem levantou
poderia olhar para todos os lados
mesmo caolho
deferir comentários
sobre
qualquer coisa
gostosas, bichas, otários
pra qualquer lado poderia olhar
qualquer, poderia querer
mais estou contigo
e contigo quero estar
meu bem querer
você é nosso unico inimigo
pensa saber tudo
acaba
vendo demais
não aguento
enche o saco
tantas loucuras
os devaneios
da unica que satisfaz
descontrola
me tira do sério
papo torto
forja um adultério
maluca você pensar assim
logo eu que pedi
"não saia de perto de mim"
a não ser que me avise
dae pode partir
mas não me deixe assim
me fala
pra ficar, pra dividir, separar
engana
irrita
dona da certeza, tento abandonar
ignoro, me rasgo, corro
quase me esfolo
mas volto pro teu encontro
não estou na sua cabeça
talvez nem esteja no seu coração
na verdade não te entendo
teu sim as vezes diz não
coisa de louco
você está comigo
eu estou com você
ainda assim não está bom
discute, xinga se ilude
e diz ter a razão
dificil argumentar com alguém assim
to aqui de peito aberto
sempre sincero
precisa eu espero
não invente
não quero estar nessa prisão
te amo
te quero
mas não assim
sem noção
é só o que te peço
me avise
sempre
quando for longe de mim....

Dougla Rosa

4 comentários:

Canto da Boca disse...

O primeiro sentimento é o de que vc está rasgando o peito pra uma pessoa, e assim sendo, fica difícil dizer algo sobre o sentimento captado, pode ser absolutamente sem sentido.
Por outro lado, lendo e sentindo o texto excrito, continua a sensação de desencontro, desentendimento.
:(

Zek disse...

Eu sei como são essas crises, caramba até nisso a gente se parece, me veio na cabeça varias cenas deste mesmo estilo e nessa mesma intensidade ( ou talves pior).

paloma disse...

Ah o amor e todo o seu tenebroso esplendor!!!
Muito boa essa escrita. É pra revisitar sempre, pra saber como esse sentimento é feroz e capaz de expor nossa glória e miséria.
te amo

Crisfonseca disse...

Bela escrita intensa e triste, palavras que gritam ao amor um socorro, uma vitória. Sublime escrita.
Beijos,
Cris