segunda-feira, 13 de abril de 2009

DETALHES


- Te digo sem titubiar, que esse foi o ocorrido
Porque não correu pra casa
- Quis correr na praia
Mas pensei...
pensei tanto que acreditei
- Acreditou em que?
Naquilo que achei
-Mas nem sabia o que era
Olhando parecia ter gosto
- Provou?
Fiquei com medo do desgosto
- Eu degustaria
Como?
- Como sempre!
Então prova
- Provei as coisas que fiz
Contou meias verdades
- Minha verdade contei,
a verdade verdadeira,
em nenhum momento
aquela que está só no pensamento...
.
Douglas Campigotto

3 comentários:

paloma disse...

A completude que só o aprofundamento do amor,
realiza!!!
sua perplícia...

Avassaladora disse...

Encantada com seu blog...
Vim retribuir sua doce visita e me surpreendo com textos e poemas tão lindos!

Parabésn!


Beijos e carinhos!

Débora Andrade disse...

Vc é bastante talentoso! Visitarei seu blog sempre, com certeza.